Da poética de Mário Machado Fraião

 

Poeta, professor e investigador, o faialense Mário Machado Fraião (1952 – 2010) cedo aprendeu e apreendeu o sonho da viagem, um pouco à semelhança de sua tia Otília Frayão, que no Faial poetou e que, fugindo à clausura da ilha nos idos anos 50 do século passado, partiu para longe, já que a errância fora o seu destino e a sua forma de perseguir a felicidade e o sonho. Continuar a ler Da poética de Mário Machado Fraião