Arquivo da categoria: 10º Ano

A teoria da justiça de John Rawls

Problema

Há crianças vendidas por pais extremamente pobres a quem tem dinheiro e falta de escrúpulos para as comprar; pessoas cujo rendimento não permite fazer mais do que uma refeição por dia; jovens que não têm a menor possibilidade de adquirir pelo menos a escolaridade básica; cidadãos que estão presos por terem defendido as suas ideias. Continuar a ler A teoria da justiça de John Rawls

O problema do livre-arbítrio

Num livro que as salas de aula contribuíram para tornar famoso, podemos encontrar a seguinte passagem:

“Vou contar-te um caso dramático. Já ouviste falar das térmitas, essas formigas brancas que, em África, constroem formigueiros impressionantes, com vários metros de altura e duros como pedras? Uma vez que o corpo das térmitas é mole, por não ter a couraça de quitina que protege outros insectos, o formigueiro serve-lhes de carapaça colectiva contra Continuar a ler O problema do livre-arbítrio

O problema da justificação do Estado

Pensa por momentos na tua própria sujeição política. Estás continuamente a ser sujeito a regras de que não és o autor — designadas por “leis” — que te governam não apenas a ti mas aos outros, que impõe, por exemplo, a velocidade a que deves andar na auto-estrada, o comportamento que deves ter em público, que tipo de acções para com os outros são permissíveis, que objectos contam como “teus” ou “deles”, e assim sucessivamente. Estas Continuar a ler O problema da justificação do Estado

Identificar argumentos (premissas e conclusão) – Parte 1

Os argumentos têm como objetivo justificar a verdade de uma afirmação. Mas, para que isto aconteça, é necessário indicar as razões em que podemos basear-nos para pensar que a afirmação é verdadeira. As razões constituem as premissas do argumento; a afirmação que se pretende justificar é a conclusão. Chamamos conclusão a esta afirmação porque o argumento nos fornece as razões em que nos apoiamos para concluir que esta afirmação é verdadeira. Continuar a ler Identificar argumentos (premissas e conclusão) – Parte 1